< voltar

Crie experiências relevantes de marca oferecendo facilidades pelo celular

33% das pessoas ouvidas declararam estar dispostas a pagar para obter o que querem de forma mais ráp

Nos últimos anos, vimos modelos de negócios inovadores e bilionários sendo construídos em torno de um conceito em comum: a conveniência. Uber, Airbnb, 99, Rappi são alguns dos exemplos clássicos. É claro que a tecnologia mobile é suporte indispensável nesses casos. Mas unida a ela está a capacidade de melhorar a experiência das pessoas nas atividades do dia a dia, tornando tudo mais fácil.

Para marcas, a ideia da conveniência não precisa estar restrita à criação de produtos, serviços ou novos modelos de negócio. Empresas já estruturadas e constituídas no mercado podem oferecer facilidades ao público para melhorar a relação com consumidores e também para gerar experiências relevantes de branding.

O Pão de Açúcar, por exemplo, está investindo em conveniência pelo celular. Em abril, deu início aos serviços do aplicativo James Delivery em São Paulo. O James Delivery foi adquirido pela companhia em dezembro do ano passado e concorre com os serviços já existentes no mercado. A plataforma é oficial e exclusiva de entregas das redes de supermercado Extra e Pão de Açúcar.

Mas as soluções mobile também podem vir de parcerias com aplicativos que já estão no mercado, sem a necessidade de investir pesado para criar a tecnologia em casa. A Renault está oferecendo delivery de test-drive via Rappi. O app disponibilizou um botão específico para as solicitações. Os interessados agendam o horário desejado e a concessionária entrega o carro para experimentação no local indicado.

De acordo com a pesquisa “Conveniência: de rápido para surpreendente”, divulgada pelo Google em março, 33% das pessoas ouvidas declararam estar dispostas a pagar para obter o que querem de forma mais rápida. O levantamento ainda mostra que as pessoas associam conveniência com a melhora da sua experiência com o tempo (19%) e com a ajuda da tecnologia (18%).

Segundo dados do Google Internal Data – Search, a conveniência é um forte apelo para segmentos como transporte, alimentação e entretenimento. As buscas no mundo por termos ligados ao tema “compartilhamento de carros” cresceram 1.129% em um ano. Para “delivery de comida”, a alta foi de 682%. Já para “serviços de streaming” foi de 123%. Além disso, a expressão “perto de mim” cresceu 778% no período. E “tempo de espera” teve alta de 208%.

Para criar experiências relevantes no mobile, dois pontos são cruciais: previsibilidade e personalização. Prever as necessidades das pessoas possibilita às marcas estarem no lugar certo, no momento certo. Isso é possível com análise de dados e machine learning. Personalizar a oferta de conveniência é outra tática que torna a experiência de marca mais rica. Aqui o que conta é segmentação e inteligência de dados.

Quando as marcas se colocam como facilitadoras do dia a dia, geram sentimentos positivos nas pessoas. Ainda segundo a pesquisa, quando questionadas sobre os sentimentos inspirados pelos serviços de conveniência, 34% dos respondentes se consideram felizes pelo uso, por ganharem tempo para fazer o que realmente importa. Além disso, 28% se sentem mais inteligentes por poupar tempo e 17% ficam empolgados com a melhora na rotina.